Crossfit gera mais lesões?

*Foca Lima

Mito! A modalidade, que consiste em treinos de alta intensidade, com exercícios funcionais que combinam força, resistência cardiovascular e respiratória, agilidade e flexibilidade entre si, não é uma vilã para músculos, ossos e articulações, mas acabou ganhando essa fama e até estudos que indicam o alto número de praticantes lesionados.

Primeiro, é preciso entender que toda e qualquer atividade que gera impacto, movimentos mais rápidos e bruscos, obviamente gera maior probabilidade de machucar. Portanto, não podemos crucificar uma ou outra prática pelo problema. Depois, devemos lembrar que o crossfit, usado para treinar soldados das tropas de elite dos Estados Unidos desafiando os limites do corpo, virou febre no mundo inteiro, enchendo galpões e academias de praticantes amadores atraídos pela nova modalidade tão dinâmica e movimentada.

Aí está o ponto: a busca maluca por um corpo desenhado em pouco tempo levou pessoas sedentárias e sem a devida preparação ao crossfit, treino que exige muita mobilidade, agilidade, força e explosão. Neste caso, um salto, por exemplo, pode gerar até uma lesão grave a quem, por empolgação, saiu direto do sofá para a atividade forte.

*Foca Lima é professor de educação física e dono da Assessoria Esportiva Foca & Friends, além de gestor da área de lazer e esportes do maior condomínio residencial da América Latina, Residencial Porta do Sol, em Mairinque (SP)

A dica é preparar-se, ou seja, planejar um condicionamento gradativo com caminhada, natação, musculação ou qualquer outra atividade física. Assim, será possível encarar os desafios do crossfit, e – sem as dores de uma lesão – aproveitar os benefícios, como redução de estresse, ajuda no emagrecimento, fortalecimento dos músculos, autoconfiança e mais autoestima. Bom treino!

*Foca Lima é professor de educação física e dono da Assessoria Esportiva Foca & Friends, além de gestor da área de lazer e esportes do maior condomínio residencial da América Latina, Residencial Porta do Sol, em Mairinque (SP)

Cultura & Lifestyle, Editorial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *